TCE-PB fará exposição dos trabalhos das reeducandas de Presídio Feminino no projeto “Castelo de Bonecas”

Os produtos de artesanato confeccionados pelas reeducandas do Presídio Feminino Júlia Maranhão, por meio do projeto de ressocialização ‘Castelo de Bonecas’, estarão expostos no hall de entrada do Tribunal de Contas do Estado, entre os dias 20 e 25 de abril, no horário entre as 8h e 18hs. O projeto é coordenado pela Vara de Execução Penal da Capital e tem por objetivo a capacitação e a remissão de penas das internas. A renda com as vendas será revertida à aquisição de material e às internas.

No início da programação no Tribunal de Contas, dia 20, às 9h, haverá apresentação dos Corais Vozes Passageiras e do TCE-PB. O presidente da Corte, conselheiro André Carlo Torres dará boas vindas aos expositores. Falará um juiz da Vara de Execuções Penais, a diretora do Presídio Feminino Maria Júlia Maranhão, Mirtes Daniele da Silva e a presidente da Aemp – Ana Lúcia Alencar.

O projeto é coordenado pela juíza Andréa Arcoverde Cavalcanti, titular da Vara de Execução Penal da Capital. Ela enfatiza que a idéia é de ressocialização e investimento na recuperação dessas vidas que estão privadas de liberdade. A presidente da Associação das Esposas dos Magistrados (PB) – Aemp, Ana Lúcia Alencar, enfatiza que o projeto representa um instrumento de ligação entre a Justiça e a sociedade. Ela destaca a relevância das parcerias, ao destacar o apoio do TCE-PB.

O projeto “Castelo de Bonecas” conta com o apoio do Tribunal de Justiça da Paraíba, por meio de suporte financeiro disponibilizado pelo Juizado Especial Criminal da Capital (Jecrim), pelo 1ª Juizado Especial Misto de Mangabeira e pela Vara de Execução de Penas Alternativas (VEPA). Parte dos produtos confeccionados é destinada à doação para crianças carentes, outra parte é vendida nas exposições, no Presídio Júlia Maranhão, ou pelo Instagram: @castelodebonecasjuliamaranhao.

 

AscomTCE-PB

13 04 2018

 

Compartilhe: